Exames na Reumatologia


Fator antinuclear - FAN

Fator antinuclear (FAN) ou anticorpo antinuclear (AAN) é um anticorpo contra proteínas, geralmente, presentes no núcleo celular.

Geralmente está positivo nas doenças reumáticas, porém nem sempre quer dizer que existe doença. Ou seja, quem tem doença reumática, geralmente possui FAN positivo, mas existe pessoas saudáveis que possuem títulos aumentados desse anticorpo e não desenvolvem doença alguma.

Todo caso deve ser analisado cuidadosamente por um reumatologista para esclarecimento, identificação de sinais e sintomas que sugiram doença e orientações.

ATENÇÃO:

1 - A PRESENÇA DO FAN PODE INDICAR UMA "MAIOR CHANCE" DE TER UMA DOENÇA AUTO-IMUNE. "REUMATISMO" É APENAS UM SUBGRUPO DE DOENÇA AUTO-IMUNE.

2 - O EXAME FAN SOZINHO NÃO FAZ DIAGNÓSTICO DE DOENÇA ALGUMA.


fator reumatóide - fr

O fator reumatóide (FR) é um anticorpo que é encontrado em 90% dos pacientes com artrite reumatóide. Nesses casos, pode ajudar o diagnóstico se fator reumatóide estiver positivo e aumentado.

Pode estar presente também em outras doenças, nem sempre indicando o "reumatismo".

Ocorre também em outras doenças inflamatórias e auto-imunes, infecções crônicas e malignidades. Tanbém pode ser detectável em 1-4% de pessoas saudáveis e em 25% de idosos saudáveis.

Portanto, nem todo Fator reumatóide positivo indica a presença de doença.

Todo caso deve ser analisado cuidadosamente por um reumatologista para esclarecimento, identificação de sinais e sintomas que sugiram doenças e orientações.

ATENÇÃO: SE O EXAME FOR MENOR QUE O VALOR DE REFERÊNCIA, ELE SERÁ CONSIDERADO NEGATIVO (OU SEJA, NÃO ESTÁ PRESENTE)


aslo

ASLO significa anticorpo antiestreptolisina O, ou seja, é um anticorpo que identifica a presença de uma proteína presente em uma bactéria chamada Estreptococo beta hemolítico do grupo A.

O ASLO pode ficar positivo após 7 dias do contato com a bactéria, podem alcançar o pico máximo em 2 a 4 semanas e normalizarem em 6 até 12 meses após o contato.

O estreptococo pode causar doenças como amigdalite, escarlatina, erisipela, glomerulonefrite e febre reumática. Essas duas últimas, geralmente ocorre em crianças e adolescentes.

Quando presente sintomas compatíveis associado a níveis aumentados de ASLO, podemos pensar em doença. Porém nem sempre os níveis elevados significam doença ativa e sim um contato prévio com a bactéria.

Todo caso deve ser analisado cuidadosamente por um reumatologista para esclarecimento, identificação de sinais e sintomas que sugiram doença e orientações.


BIÓPSIA MUSCULAR

A biópsia muscular pode ser feita quando há suspeita de doenças musculares inflamatórias ou degenerativas.